segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Quem é Camões?

Organizando as prateleiras de trabalhos na biblioteca com o Claitão e o Rafa, um achado. ENTRE LETRAS, PALAVRAS, RIMAS E ALGO MAIS de 2005, uma coletânea de poesias e poemas dos alunos do colégio Unia, feita por crianças e adolescentes. Descoberta do Claitão. Começamos a ler e pirar, muita coisa boa. Mas nada, repito, nada pode ser comparado com o texto do Márcio de Lima, do turno matutino. Tinha 17 anos na época. Sem mais milongas, segura esse coração véio que lá vem emoção:

Tive um sonho

Hoje sonhei com você!
Quantos beijos...
Quantas palavras...
Quantas juras de amor...
Quantas promessas...
Quantos carinhos...
Quantos olhares...
Quanto ciúmes...
Quantas desconfianças...
Quantos perdões...
Quantas tristezas...
Quantas alegrias...
Quantas esperanças...
Quantas esperas...
Quantas desilusões...
Quanta ternura...
Quanto amor...
Depois você ainda vem me dizer que eu não tenho pesadelos!

5 comentários:

Camilla Aloyá disse...

bom mesmo!
rs...

Tatiana Lazzarotto disse...

Hahahahahahahaha

Sofro de pensar em quantos artistas potenciais foram desestimulados na escola. Obra-prima! =)

Eduardo Araújo disse...

Esse menino é o demônio, ironia até em falso poema de amor.


Adorei.

hehehheehhe

FABI disse...

Pobre garoto...

Eu faria uma música para ele se me permitissem!

Marcio Nicolau disse...

De passagem, convido o autor do blog a me visitar no www.espacointertextual.blogspot.com

Vou e volto.