quarta-feira, 18 de maio de 2011

Suor

Arrependido, no meio da tremedeira
Fingiu ser de festim
Fingiu ser pai de outro
Fingiu ser verão
Fingiu ser justificável

5 comentários:

Tatiana Lazzarotto disse...

Pra quem entende muito de arte e pouco de dar palpite.

Bola, o André disse...

eu não entendo muito de arte, só o que me agrada mesmo... não entendi, é de alguém famoso?? ou é do porcalhão mesmo??

Tatiana Lazzarotto disse...

Haha Bola, esse texto foi feito pelo Du em um curso que a gente tá fazendo. A história da arte e do palpite foi piadinha interna, depois te contamos.

FABI disse...

Sacanagem hein!!! Fazendo piadinha interna publicamente!!!

C.MicheL disse...

fingiu.