segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Achando que sofrer é amar demais

Não se faça de vítima. Nunca. Indepedente do que aconteça, chame a responsa pra você. As eternas vítimas são piores do que os maldosos assumidos. Os maldosos ao assumirem sua maldade gratuita já repelem os que encrenca não querem só no ato de assumir. Já as vítimas não. Elas despertam em você compaixão, vontade de pegar no braço e levantar, e até no colo carregar. O ruim disso é que de nada ajuda, e piora. Pelo menos pra você que tentou levanta-la. O mundo vai estar sempre conspirando contra ela, a vida sempre vai ser mais dificil pra ela, o problema dela sempre vai ser maior e pior do que o seu. As lágrimas dela carregam mais dor e tristeza que as suas. Na cabeça dela, claro. Aí por mais que você tente nunca vai ser o ideal, você vai sempre ter falhado. Ela quer ficar na lama eternamente, e mais, quer você lá com ela. E a vítima não tem o direito de te deixar sentindo culpa de algo que diz respeito somente a ela. Então é isso, braço esticado pra quem quer levantar, colo pra quem precisa e deseja voltar a andar.

15 comentários:

Bola, o André disse...

Aonde assino????

Ana... disse...

Só um momento por gentileza.

Só uma observaçãozinha básica.
.
.
.
.
.
eita texto danado!!!!!! rs

.lucas guedes disse...

é o que eu precisava ler agora.

Ana... disse...

Agora é sério.

Muitas vezes passo aqui.Não só aqui em outros tb, sempre tem algo que faz repensar/rever algumas coisas. Já tentei parar com esse vício maldito de ler blogs, até agora não consegui, mas vou fazer promessa,pq às vezes toma muito tempo, vida, paciência..etc

E ando sem paciência. Logo eu que sou tão paciente, tão longânima, tão calma p/ tanta coisa. Funciona assim, às vezes 8 e às vezes 8 milhões...aprendendo a dosar.

Ana... disse...

E falando de vítima, é engraçado pq na sexta foi o tema de um debate que quase saiu "briga", é que o povo lá tem tantas idéias e dosar isso é complicado, a prof que sofre coitada e ao mesmo tempo pira...rs

Mas com relação a ser ou se fazer de vítima é o seguinte, é quase sentir aquele sentimento de bosta a chamada "dó", quem se faz de vítima gosta que sintam "pena" e "dó", dois sentimentos abomináveis, que desprezo muito nessa vida.Pessoas assim são terríveis, sugam tempo e energia dos outros.

Não acho que ninguém nesse mundo é vítima de nada e ninguém. Sabe qual é, todos são responsáveis por àquio que entregam, sabendo que, ninguém é obrigada a devolver o que foi entregue. É o famoso risco que todos correm. O de sofrer ou não, como vc diz só cabe a pessoa decidir.

confesso, aprendendo a lidar com isso, às vezes eu acerto e às vezes não.

Ana... disse...

viu só....a prova viva nestes coments...é froid meu....não acho meio termo, nunca comento e quando faço...sai um livrooo..hahhahahahhahhahahha

valeu o momento filosofiandosantinon...

O Lucas, tb me faz refletir...mas sobre o assunto postado hj...total abstenção.(ciumenta ao extremo, mas sem delírios, sem blá. blá e se sair um showzinho é pq algo mereceu isso)

.leticia santinon disse...

Yeah!

"não há mulher, irmão, que goste dessa vida"

Lubi disse...

concordo com cada vírgula.
nossa.

Ana disse...

Tb quero assinar aí embaixo, pode?

Camilla para os menos íntimos... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
FABI disse...

Analogias mil, comentários mentais e haduguen!

Eduardo Machado Santinon disse...

Fabi, eleita por mim a campeã dos comentários.

Marcela Paiva disse...

ih, acho que nao serviu a carapuça.

Camilla para os menos íntimos... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
c.miChel disse...

ótima postagem cara! falou tudo fio.